Publicado em Livros

Eu leitora

giphy (1).gif

Desde criança eu tenho amor pelos livros. Não me lembro quando e como isso começou, não consigo me lembrar de ver meus pais lendo muito e como sou a filha mais velha não tinha irmãos pra ver, porém na minha casa sempre teve uma estante com livros de vários tipos e eu tinha meus livrinhos infantis.

Um dia, acho que eu tinha uns 9 anos, eu peguei um livro chamado “A menina e a fantasia” que contava a história de uma menina e do seu amigo imaginário (imaginário?? fica a dúvida). Me lembro que quase morri de orgulho porque foi meu primeiro livro sem desenhos. rs

Meu amor pela leitura continuou, meu gosto foi mudando, amadurecendo, os livros foram aumentando de tamanho, o texto foi ficando mais difícil e sempre tinha um livro comigo pros momentos de fila e tédio. Além daquelas horas tranquilas no sofá ou na cama com um livro que não me deixava ir pra rua.

E aí começou a faculdade, os semestres foram passando e o tempo foi sendo cada vez mais tomado pelas leituras obrigatórias. A quantidade de livros de lazer era cada vez menor até que chegou a monografia (mais de 2 anos atrás) e eu lia e escrevia o tempo inteiro, mas apenas livros pra faculdade. Quando acabou a monografia aconteceu algo que me deixou meio apavorada, eu não conseguia mais ler!! Acho que o cansaço daquela intensidade do trabalho e o vício de ler textos pequenos na internet me deixaram com preguiça e eu simplesmente não conseguia me concentrar.

giphy (2).gif

Mas essa história vai ter um final feliz (tipo os 5 patinhos da Xuxa), desde o final do ano passado eu estou me forçando a ler, mesmo demorando mais de um mês pra ler um único livro eu me obriguei a tentar. Só que não era a mesma coisa, eu não me apegava ao livro do mesmo jeito, não tinha aquela vontade de passar horas deitada lendo.

E aí esse ano eu entrei no Goodreads e decidi colocar um desafio de ler 20 livros no ano (pra quem não lia nem um por mês fui bem audaciosa). Escolhi coisas mais simples na maior parte das vezes, mas já li 15!!! E a ótima notícia é: eu voltei a ler com vontade! Muita vontade!

Muitos livros que li na minha vida me ajudaram a ser quem eu sou hoje. E gostar de ler é uma parte importante pra construção da minha personalidade, dos meus valores e do meu conhecimento, então estou muito feliz de ter conseguido superar essa  fase e voltar a sentir o prazer que só um bom livro pode me proporcionar.

Se você está passando por uma fase estranha sem conseguir ler (ou ver filme, ou desenhar, ou qualquer coisa que te faça bem), tenha calma! Não desista, vai passar! E por aqui acaba o nosso momento auto-ajuda. rs Vou ali que eu decidi ler O Hobbit novamente e está tão divertido quanto 10 anos atrás!

giphy-3

 

Publicado em Gotas do cotidiano, Morando em pensão, Pessoal

Só um comentário?

Ontem estava conversando com uns poucos amigos aqui da pensão, chegou uma hora que o papo era a nossa vontade/falta de vontade de morarmos em outro lugar (esse assunto sempre chega, a conversa nesse ponto é igual toda vez e a vida segue).

E aí que em algum momento eu disse que precisava morar em outro lugar. E aí que o amigo disse que “eu ando meio louca” e logo disfarçou dizendo que eu ando menos paciente e que pode ser o fato de estar cansada daqui e tal.

E aí fiquei pensando: que isso!!! hahaha acho que estou assustando as pessoas e não tô sabendo.

PS: em minha defesa eu digo que com certeza ele foi leviano com a palavra. rs Eu ando sim mas impaciente e menos sociável, mas ainda falta um caminho bem longo pra chegar na loucura. Oremos.

Publicado em Pessoal

Fechada para balanço

Odeio quando eu fico meses sem escrever nada por aqui, nessas horas eu tenho vontade de excluir tudo, deixar pra lá, seguir a vida. Aí depois a vontade passa e eu volto a querer ter um espaço pra escrever.

Mas não é por acaso que eu sumo, acho que é quando estou me sentindo com bloqueio na vida. Não sei se cheguei a explicar isso por aqui, mas esse ano, além da mudança de cidade, tenho passado por muitas mudanças internas. Tenho questionado e repensado todos os aspectos da minha vida, desde a minha relação com meus amigos até o que eu penso sobre sociedade e religião. Tem sido um processo longo, doloroso, mas muito bom e necessário.

Em outubro completei 27 anos e acho que “fechei pra balanço”. rs Espero que após esse período eu fique mais focada e determinada pra pôr em prática alguns planos e seguir a vida melhor e mais saudável física e emocionalmente.

baby-shower-bazaar