Publicado em BEDA (august) 2016, Pessoal

Morar longe da família

Jefferson family reunion.jpg

Pra quem não sabe eu me mudei do Rio de Janeiro pra São Paulo há pouco mais de 7 meses. Como vocês viram pelo título eu vim falar sobre como está sendo morar longe da minha família.

Antes de vir pra SP eu já tinha saído de casa: já morei 10 meses com uma amiga, depois morei sozinha com meu namorado por 1 ano e meio (ainda moramos juntos), depois fomos passar uns meses morando na casa do meu pai por coisas da vida e aí decidimos que seria melhor mudar de cidade e estamos aqui. Com toda essa experiência dos últimos 5 anos morando em várias casas eu não estranhei morar longe deles, mas é diferente estar a alguns bairros de distância e estar em outra cidade.

Eu, meu pai e meus irmãos temos um bom relacionamento, nos amamos muito e eu sinto muita saudade deles todo dia. Principalmente da minha irmã, pois no ano passado além de termos morado juntas de novo trabalhávamos na mesma empresa, então era todo dia o dia todo em contato com aquele ser. rs De longe isso é o que eu sinto mais falta. E além da família “pai-irmãos” tem os parentes que são família e os amigos que são família. 🙂 Então considerem que quando falo família tem muito mais do que só meu pai e meus irmãos.

O lado ruim dessa mudança é essa saudade, a preocupação com eles, a vontade de dar um abraço quando alguém está triste, dar um abraço pra comemorar quando alguém está feliz, perder festas de aniversário, almocinhos no domingo…

Mas nem tudo é coisa ruim, tem sido uma ótima experiência estar longe, tenho me conhecido mais, aprendido a lidar com certas coisas sozinha, tenho explorado a cidade, conhecido mais pessoas. O principal de tudo é a maturidade, ter que aprender a lidar com os sentimentos ruins, ter que aprender a lidar com uma solidãozinha, com a saudade, administrar os relacionamentos à distância pra eles saberem que eu continuo por perto, mesmo longe. Outra coisa boa é o amor e a saudade, falamos disso o tempo todo e demonstramos a vontade de fazer visita e estar perto logo.

Em relação a isso acredito que tudo seja a forma como encaramos as coisas, vendo o copo meio cheio ou meio vazio. No momento meu copo está meio cheio, mesmo com muitas dificuldades que estou enfrentando com essa mudança toda estou muito feliz com a minha decisão e me sinto muito mais dona da minha vida, tenho mais coragem pra abraçar qualquer oportunidade que apareça e quero sempre me sentir livre pra voar pra onde for necessário e interessante.

Família, eu amo muito vocês e sinto saudade todo dia! ❤ Como sempre falamos, estamos longe, mas com o coração juntinho.

BEDA 2016anacamina

Anúncios

Autor:

Ana Paula Camina, 27, carioca morando em São Paulo, sonha em falar francês.

8 comentários em “Morar longe da família

  1. Final de semana chegando e não tem nada melhor do que conhecer novos BLOGS com diversos assuntos e até mesmo cultura diferente… Adoro fazer novos colegas nessa blogoesfera imensa! 🙂
    Que bacana que entrei aqui, Ana!
    Parabéns pelo espaço. Super clean e ótimos posts.
    Bom, já estou seguindo para não perder as novidades. Sucesso!

    Estendo aqui o convite para conhecer o meu blog… Ficarei contente com sua visita!

    HuG! 😀

    http://www.andrehotter.com
    👻 Snapchat: andrehotter
    📸 Instagram: @andrehotter

    Curtir

  2. Ana, em 2008 troquei a casa da minha mãe pela dos meus avós. Na época foi uma mudança necessária, devido a tantas brigas e discussões que nao faziam mais sentido, precisava de uma saída. Apesar da saudade, foi uma das melhores opções que fiz, pois nosso relacionamento melhorou uns 200%. Mesmo ela morando pertinho (Guarulhos), não vejo muito, pois com trabalho, faculdade, etc, os fds ficam mega corrido. Mas a gente sabe o quanto se ama e faz falta, e é isso que torna família uma família, né?

    Beijão!
    Rafa.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Rafa!! Pois é, a vida acontece e a gente vai tomando decisões que nem sempre são as que a gente imaginou. rs
      Fico feliz que tanto pra mim quanto pra você as nossas mudanças tenham ajudado no relacionamento. 🙂 Família é complicado pq lidar com pessoas é complicado, mas quando tem amor e boa vontade a gente dá um jeitinho. rs

      Beijos!!

      Curtido por 1 pessoa

  3. A primeira (e única) vez que saí de casa já foi pra outro estado e sem muita perspectiva de voltar. A vida deu umas voltas e voltei (agora com a minha família) para a mesma cidade, depois de 5 anos. E cara, faz falta. Só agora que voltei é que percebi como fazia falta.

    Curtir

    1. Faz muita falta mesmo, Ju! A princípio eu não tenho a menor vontade de voltar, mas não dá pra dizer nunca, né??? A vida prega umas peças e a gente tem que deixar acontecer.
      Você já contou alguma coisa sobre sua mudança no seu blog? Adoraria ler mais sobre isso, sempre bom novas visões. 🙂

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s