Publicado em Passeios

Conhecendo a Avenida Paulista fechada para carros

Av. Paulista 15-05-2016.jpg
Dia lindo, sol maravilhoso, tudo muito agradável!

Ontem foi dia de arrancar (quase que literalmente) o Raphael e a Mariana de suas camas e arrastá-los para a Avenida Paulista. Todo domingo a Paulista fica fechada para carros e muita gente vai pra lá passear. Vi muitooos cachorros fofos andando com seus donos, muitos pais com filhos brincando, muitos músicos se apresentando, muita gente vestida de forma diferente e interessante, muitos lugares pra comer coisinhas gostosas…
Desde antes de me mudar pra SP eu queria ir lá em um domingo, mas sempre acontece alguma coisa e eu não vou. Ontem fomos e foi ainda mais divertido do que eu imaginei!

Rapha, Ana e Mari na Paulista

Uma das coisas que mais gostamos nesse passeio foi conhecer bandas novas. Lá vimos artistas de todos os tipos, desde homens com chapéus nordestinos tocando forró (acho que era forró), uma moça linda cantando em francês, até bandas de rock e folk. Adoramos duas: The Leprechaun e Picanha de chernobill!

Andamos umas 3 horas no total, voltamos pra casa muito cansados e muito felizes! Vale a pena sair de casa, andar sem preocupação, ver tanta gente e tantas coisas legais na rua! Certeza que voltarei várias vezes pra passar tempo e me sentir parte dessa cidade que eu amo!

FB_IMG_1463350448502

Aqui embaixo está um vídeo dos snaps que eu fiz ao longo do dia. Como não fiz com a intenção de postar aqui no blog não ficou muito legal, mas quem sabe na próxima eu faço algo mais arrumadinho. rs

Anúncios

Autor:

Ana Paula Camina, 27, carioca morando em São Paulo, sonha em falar francês.

4 comentários em “Conhecendo a Avenida Paulista fechada para carros

  1. Chega a ser impossível não gostar da Paulista, né? hahaha Toda vez que vou lá, parece que eu estou em um mundo paralelo porque é tanta coisa – desde a mais chic até a mais normal – que eu amo.

    Beijoss

    Curtir

  2. Conhecer bandas novas *-*
    Fico pensando que deve ser muito legal essa situação de poder caminhar tranquilamente em uma via que, normalmente, é muito movimentada. Não sei se isso é perceptível quando se está lá, mas imagino uma sensação de liberdade diante de todo o contexto urbano do dia-a-dia: trânsito, barulho, trabalho…
    Aqui em BH temos uma feira dominical que também fecha uma grande avenida, mas faz anooos e anos que não passo por lá.

    Curtir

    1. Lari, é EXATAMENTE esse sentimento que eu fico! Tanto que eu não quis andar na calçada, quis andar pelo meio da pista mesmo. rs
      É muito legal ver as criancinhas com os pais, os cachorros, as músicas, todo mundo muito livre! ❤
      Deu vontade de ir nessa feira aí! Eu nunca fui em BH. 😦

      Beijinhos!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s