Publicado em Passeios

Conhecendo a Avenida Paulista fechada para carros

Av. Paulista 15-05-2016.jpg
Dia lindo, sol maravilhoso, tudo muito agradável!

Ontem foi dia de arrancar (quase que literalmente) o Raphael e a Mariana de suas camas e arrastá-los para a Avenida Paulista. Todo domingo a Paulista fica fechada para carros e muita gente vai pra lá passear. Vi muitooos cachorros fofos andando com seus donos, muitos pais com filhos brincando, muitos músicos se apresentando, muita gente vestida de forma diferente e interessante, muitos lugares pra comer coisinhas gostosas…
Desde antes de me mudar pra SP eu queria ir lá em um domingo, mas sempre acontece alguma coisa e eu não vou. Ontem fomos e foi ainda mais divertido do que eu imaginei!

Rapha, Ana e Mari na Paulista

Uma das coisas que mais gostamos nesse passeio foi conhecer bandas novas. Lá vimos artistas de todos os tipos, desde homens com chapéus nordestinos tocando forró (acho que era forró), uma moça linda cantando em francês, até bandas de rock e folk. Adoramos duas: The Leprechaun e Picanha de chernobill!

Andamos umas 3 horas no total, voltamos pra casa muito cansados e muito felizes! Vale a pena sair de casa, andar sem preocupação, ver tanta gente e tantas coisas legais na rua! Certeza que voltarei várias vezes pra passar tempo e me sentir parte dessa cidade que eu amo!

FB_IMG_1463350448502

Aqui embaixo está um vídeo dos snaps que eu fiz ao longo do dia. Como não fiz com a intenção de postar aqui no blog não ficou muito legal, mas quem sabe na próxima eu faço algo mais arrumadinho. rs

Publicado em Morando em pensão

Café com leite da vida

Conversando com uma amiga super querida sobre a vida e as pessoas ela acabou colocando em palavras um pensamento antigo meu: tem pessoas que são café com leite da vida.
E o que seria uma pessoa assim? Aquele tipo de gente que parece que está no mundo para ser figurante; não trabalha, não estuda, não produz, vive muitas vezes na sombra dos pais, não faz nada pra agradar a Deus, só quer sombra e água fresca, não sabe viver em sociedade, e por aí vai. Acha que é café com leite, que pra ele o mundo não é como é para os mortais.

Quem não quer facilidade? Até eu, queridinha! Mas papai e mamãe sempre me ensinaram que na vida nada vem fácil e que temos que batalhar muito. Não é fácil estudar, trabalhar, pagar contas, viver! E além disso, papai e mamãe ensinaram também que educação é importante e primordial para a boa convivência. E tem gente que deixa a vida passar e não entende essas questões.

Ana, querida, por que esse papo agora? Porque eu não consigo escrever mais sobre a pensão, meus queridos. Pois é, muito complicado conviver com as pessoas tão intimamente. Ir na cozinha e esbarrar nos outros, ouvir os outros pelo corredor, ter pessoas tomando conta da sua vida e por aí vai. E ainda tem os loucos que tem umas atitudes inexplicáveis e precisamos nos concentrar para mantermos a paciência e não mandar todo mundo pra onde você quiser.

Quer dizer que eu odeio morar aqui? Não! Mas quer dizer que a pressa de ter minha casa é ainda maior do que antes. E quer dizer que infelizmente pro blog o convívio com os outros seres humanos desse lugar está pouco, portanto dificilmente teremos mais posts sobre isso (a não ser que vocês queiram ouvir umas historinhas meio podrinhas… rs). Mas felizmente para minha tranquilidade eu posso passar muito tempo no quarto bordando, estudando, procurando trabalho, etc, e preciso conviver pouco. É só evitar a varanda.

Desculpem desapontá-los. Mais uma categoria nesse blog que nasce e morre jovem.

IMG_20160106_090744244_HDR
Não se deixem enganar por este lugar bonitinho. Fiquem longe da varanda!!!