Publicado em Morando em pensão, Pessoal

Morar em Pensão

A vida é aquele eterno altos e baixos, não tem como fugir. Não existe calmaria e nem turbulência que dure para sempre. Já morei com minha família (claro), com uma amiga por 10 meses, com o meu namorado há 2 anos (sendo uma parte de volta na casa do meu pai, que é assunto pra outro dia), e agora nos mudamos pra SP e estamos por um tempo em uma pensão. Morar em uma pensão é uma experiência! rs

Aqui nós temos quarto e banheiro individuais e o restante são áreas comuns, como cozinha, varanda, lavanderia. Não é toda pensão que funciona desse jeito, cada lugar é diferente, mas só posso falar da minha experiência aqui porque não conheço outras.
Conviver com outras pessoas diariamente faz com que você aprenda tudo e mais um pouco sobre pessoas e sobre você mesmo.

Fui muito bem recebida aqui e eu e Rapha tivemos sorte de encontrarmos um lugar com uma galera muito gente boa e agradável. Claro que nem tudo são flores, afinal estamos falando de várias pessoas diferentes, que vieram de cidades, famílias e costumes diferentes, que precisam conviver entre si. Nem todo mundo tem senso de coletividade, nem todo mundo quer fazer amigos, mas tem o lado bom que é uma parte do pessoal que sempre se reúne para se ajudar e se distrair.

Costumo dizer que aqui na pensão é um monte de carente que se reúne todo dia pra espantar a solidão. rs O povo sempre trás cerveja e toma todo mundo junto (eu não gosto de cerveja, mas fico por perto), a gente faz almoço junto, se alguém chega meio desanimado o restante tenta melhorar o humor daquele que está borocoxô, tem jogo de cartas até de madrugada, tem muito compartilhamento dos problemas, tem muita zoação e conversa sobre as diferenças das cidades de onde cada um veio… tem briga também e um pouco de drama às vezes, mas nada que não seja resolvido numa boa (até agora).

Eu aprendo tanto sobre São Paulo com esse pessoal que eu conheci 25 dias atrás e parece que foram anos! Aprendo sobre amizade todo dia e aprendo sobre os meus limites e sobre respeitar o outro e também a mostrar o meu limite para que os outros o respeitem também.

Viver em uma pensão depois de ter tido o meu próprio apartamento que eu dividia somente com o Rapha e o meu cachorro tem aquele saborzinho agridoce. Não vejo a hora de me estabilizar e conseguir um espacinho para voltar a ter mais liberdade e individualidade, mas estou curtindo esse momento com esses queridos daqui.

Ah, não posso deixar de falar: SÓ TEM MALUCO! E se eu estou aqui é a confirmação de que normal eu não sou. rs Tenho muita coisa pra escrever por aqui sobre esse lugar ainda, só vendo pra acreditar o tanto de história que uma mansão cheia de quartos minúsculos e pessoas doidas pode guardar.

Anúncios
Publicado em Gotas do cotidiano

Ó minha amada

O telefone toca e a seguinte conversa se desenrola:

– Ó minha amada, o que está cozinhado enquanto espera eu chegar?
– Ó meu amado, nada! Estava ocupada.
– Mas então o que farei, já que estou com tanta fome?
– Traga duas esfirras de queijo para mim e escolha algo para você, meu amado!
– Tudo bem, daqui a pouco estou aí, minha amada!

Em tempos modernos a gente improvisa e o relacionamento segue feliz! 🙂

Publicado em TAG

TAG: Liebster Award – Conhecendo novos blogs

tag-1

Nunca fiz uma TAG por aqui, mas a Maria (minha irmã fofíssima, dona de um blog lindo novinho em folha, vão lá ver!) me marcou em uma e me mandou mensagem dizendo que eu não tinha opção de não fazer, entãaao vamos!

A TAG é a Liebster Award – conhecendo novos blogs, tem esse nome que dispensa explicações. Acho ótimo isso de conhecermos sempre blogs novos, pois dá pra conhecer pessoas tão queridas e ler textos que fazem bem pro coração. Além de muitas dicas práticas pra vida. Blog é amor, gente!

Eu preciso:
– Listar 11 fatos sobre mim.
– Responder as perguntas de quem me indicou
– Postar a imagem do selo da TAG.

11 FATOS SOBRE MIM
1- Nasci no Rio de Janeiro. Nunca imaginei que sairia de lá, mas esse ano me mudei pra São Paulo com a intenção de não voltar pro Rio.
2- Tenho 26 anos, mas me sinto como se meu coração já tivesse mais de meio século.
3- Amo músicas antigas, dificilmente sei o que está tocando recentemente.
4- Me desencantei com a Publicidade. O que me fez não mudar de área foi a decisão de dar aula de teoria na faculdade.
5- Tenho um beagle que é a maior fofura da minha vida. ♥
6- Sou católica desde pequena e sempre reforcei a minha fé questionando tudo e me aprofundando nos assuntos relacionados à minha igreja.
7- Minha maior frustração foi não ter tirado minha carteira de motorista, tenho vontade de chorar sempre que falo disso  (já tem mais de 7 anos).
8- A habilidade que eu queria ter era saber desenhar.
9- Bordo ponto cruz desde os 9 anos e em 2015 comecei a aprender bordado livre. AMO bordado!
10- Meu programa de TV favorito é RuPaul’s drag race. Não tem nada mais maravilhoso pra assistir em um dia mais ou menos, sempre me anima!
11- As pessoas costumam me achar muito calma, mas a verdade é que eu tenho pouca paciência e me irrito muito fácil. Posso não demonstrar isso pra qualquer um em qualquer ambiente, mas não sou muito calma não. rs

PERGUNTAS DA MARIA PARA MIM:

• Qual o seu maior sonho?
Conseguir um trabalho em SP logo, pra trazer meu cachorro. E também estudar muito e conseguir entrar no mestrado.

• Qual é o seu filme preferido?

Ai perguntinha que beira o impossível de responder.
Vou falar o Mensagem para você, porque eu me identifico completamente com a personagem da Meg Ryan e o filme é muito incrivelmente fofo. ❤

•  Se pudesse morar em qualquer lugar do mundo, onde seria?
Canadá ou Amsterdam. Mas se eu ficar na Vila Mariana aqui em SP eu fico feliz também. rs

•  Qual o seu blog preferido?
Atualmente meu blog preferido é o Entre batons e cafés.
E minha irmã está me surpreendendo, tá querendo roubar o posto de blog do coração da galera. O dela é o Ao infinito e além.

•  Qual o seu ídolo e música favorita?
Meus ídolos musicais são Freddie Mercury, David Bowie e Chico Buarque. (Vou ficar triste depois lembrando algum maravilhoso que eu deveria ter colocado também. rs)
Não tenho uma música favorita, mas vou citar: Don’t stop me now, porque é IMPOSSÍVEL ouvir essa música e não achar que a vida vai melhorar e você pode fazer o que quiser!

•  Sobre a estética, mudaria alguma coisa em você?
Sinceramente, eu acho que tenho que me cuidar mais, sou pouco vaidosa. Preciso perder alguns quilos, cuidar da pele melhor, hidratar o cabelo melhor… mas não mudaria nada em mim tipo nariz, cabelo, formato de nada. Estou me aceitando e querendo só cuidar do que eu já tenho.

• O que te fez criar o blog?
Eu já tive um blog por alguns anos e depois de um tempo ele não combinava nada comigo e eu não queria guardar as recordações daquela época, então eu deletei tudo. Mas sentia falta de um lugar pra escrever e ter como um “diário” registrando o que eu penso e o que eu gosto, nasceu esse aqui.

• O que espera de 2016?
Que seja mais gentil e com mais oportunidades do que 2015. 2015 foi muito ruim e estou lutando bravamente para construir mudanças e uma vida melhor. Só a minha mudança de cidade já vai fazer com que não seja igual ao ano passado, espero oportunidade de trabalhar muito para conquistar meus planos.

•  Qual a sua maior dificuldade com o blog?
Minha mente não para um minuto, eu estou sempre consumindo informações, lendo, assistindo algo, conversando… minha maior dificuldade é parar pra escrever o que eu quero colocar aqui sem me distrair com as 15 abas abertas.

• Qual o seu time de futebol?
Meu time é Botafogo por causa do meu pai e porque pra mim é o uniforme mais bonito. Juro. rs Mas não assisto futebol nunca, não faz a menor diferença na minha vida e se me perguntar quem está jogando no Botafogo para eu provar que sei algo receberá um olhar de desprezo.

 

Estou atrasada, quase todo mundo já respondeu essa TAG. rs Se você ainda não respondeu e gostou, pega essas perguntas aqui em cima e me conta! 😀

Publicado em 100 happy days, Projetos Fotográficos

100 happy days – 1 a 10

Em 2014 eu participei de um projeto fotográfico chamado 100 happy days – 100 dias felizes. Nesse projeto você tira uma foto por dia, durante 100 dias, mostrando alguma coisa que te fez feliz naquele dia. Eu acho esse projeto maravilhoso, porque me força a pensar em alguma coisa que me fez feliz naquele dia. Não acho que a felicidade seja um lugar que a gente chega e pronto, então estou exercitando ver as coisas simples que me fazem feliz. Como 2015 foi um ano difícil resolvi iniciar 2016 fazendo essa reflexão novamente. 🙂

Dá uma lida aqui no site do projeto: http://100happydays.com/pt/

Eu posto as fotos no meu Instagram, mas vou colocar aos poucos aqui no blog também pra deixar tudo guardadinho.

Dia 1/100 – O ano começou com um brinde e um desejo muito forte de que 2016 seja melhor do que 2015!

dia 01-100

Dia 2/100 – Passei o ano novo com a minha família e alguns amigos no Rio e no dia 2 já iniciei a grande aventura e fui pra SP! O Raphael me levou pra conhecer a Av. Paulista e comemos em um food truck.
Itubaína pra já começar me sentindo paulista. rs
Já no primeiro dia amei o clima da cidade.
Estou postando todas as fotos das minhas andanças por São Paulo com a hashtag #anaexplorandosp

dia 02-100

Dia 3/100 – No meu segundo dia em SP fomos conhecer o lugar que eu tinha mais vontade de visitar: o bairro da Liberdade! Era domingo e tinha feirinha, então: COMIDAS!!! Parece mesmo que eu desci no japão, porque é tanta gente com cara de oriental que você não sente que está no Brasil. rs
Amei as lojinhas, as comidinhas diferentes, a decoração do bairro, tudo maravilhoso!
dia 03-100

Dia 4/100 – Por enquanto eu e o Rapha estamos morando em uma pensão, o que tem sido uma experiência bem diferente (mas positiva). E aqui na pensão tem o Chico, um gato muito lindo, carinhoso e vesguinho. rs Eu adoro bichinhos e estou morrendo de saudade do meu cachorro, então fiquei muito feliz de ver que teria um bichinho por perto.

dia 04-100

Dia 5/100 – A Karina e o Pedro, dois queridos aqui da pensão, me levaram pra caminhar no Parque da Aclimação. Que fofura de lugar! Muita gente correndo, caminhando, muitos cachorrinhos fofos passeando com seus donos, algumas crianças brincando, muita árvore, um lago, não tem como não gostar. O interessante pra mim foi observar a natureza e por trás os prédios, dá um contraste bem bonito na paisagem.

dia 05-100

Dia 6/100 – O dia começou super normal sem planos, ia apenas estudar e mandar currículos. E aí a Gabi me chamou pra assistir uma exposição sobre a Frida no Instituto Tomie Ohtake. Minha primeira exposição em SP, maravilhosa! Falei dela aqui.

dia 06-100

Dia 7/100 – A gente mal conhece as pessoas e elas já nos levam pra perdição. Açaí + leite condensado + leite em pó + banana + morango. Gente, que combinação! Já tem um lugar guardado no meu coração. Além dessa delícia, a Mari e a Palloma são duas fofas!

dia 07-100.jpg

Dia 8/100 – Desde que eu cheguei não comi muito bem e já estava me sentindo mal. O Rapha me falou de uma feira aqui perto de casa e fui atrás de frutas! Feira muito organizada, frutas, carnes, verduras, legumes, tudo muito bonito e gostoso. Já quero que a sexta chegue para eu ir novamente.
Print do snapchat pq esqueci de tirar foto (snap: anagcamina).

dia 08-100

Dia 9/100 – Tem coisa melhor do que compartilhar uma refeição caseira com pessoas agradáveis? Sábado teve macarrão ao alho e óleo feito pelo Hélder, que é tipo um master chef maravilhoso aqui da pensão. rs E eu fiz doce de côco de sobremesa. Estava com saudade de uma comidinha caseira. Me deu muita saudade do Rio, mas foi muito bom.

dia 09-100

Dia 10/100 – Ontem foi um domingo bem preguiçoso, o Rapha trabalhou muito na semana passada e aproveitamos o domingo pra descansar, não coloquei o nariz pra fora de casa. Passamos praticamente o dia inteiro na varanda com o pessoal, fizemos almoço em conjunto e ficamos todos numa boa conversando, jogando video game e deixando a hora passar. Tem dias que precisam ser mais devagar  pra recarregarmos a bateria.

dia 10-100.jpg

A saudade tá bem apertada dos meus irmãos, dos meus cunhados, do meu pai, dos meus amigos. ❤

Publicado em Museus / Exposições, Passeios

Reforçando o amor por Frida Kahlo

IMG_20160106_161232585_HDR.jpg

Hoje eu fui na minha primeira exposição aqui em São Paulo. Comecei muito bem, conheci o Instituto Tomie Ohtake e fui na exposição Frida Kahlo – conexões entre mulheres surrealistas no México. Não se compara ver um quadro (ou qualquer tipo de arte) ao vivo e uma reprodução, é outra emoção, tem alma ali. Ver os quadros e as roupas da Frida foi muito lindo e eu saí de lá ainda mais apaixonada por ela. Tem também uma sala com um vídeo sobre a vida dela, com depoimentos e fotos, tudo encantador.

img-7418.jpg

Além das obras da Frida tinham obras de outras artistas, como podem perceber pelo título da exposição. E isso só deixou a exposição ainda mais rica, com tantos olhares e sentimentos naqueles quadros.

O instituto também é uma atração, arquitetura bonita, super organizado, lindo lindo! Vou ficar de olho na programação pra voltar sempre.

Quem estiver em SP não deixe de ir, custa só R$10,00 a inteira. Cabô desculpa! Vai correndo que é só até domingo, 10/01.

E pra quem não conhece o trabalho da Frida Kahlo, tá perdendo tempo! Mas nunca é tarde pra conhecer algo maravilhoso que enche os olhos e o coração de beleza. ❤

IMG_20160106_161433353_HDR.jpgIMG_20160106_153424804.jpg

Publicado em Pessoal, Postagem coletiva

5 fatos importantes em 2015

2015 não foi um ano muito gentil comigo, foi um ano que testou a minha capacidade de seguir em frente sem surtar. Mas aqui estou eu, viva e com expectativa de boas mudanças. E o que aconteceu de importante em 2015?

  1. MUDANÇA DE CASA: em 2015 eu entreguei o apartamento onde morava com o Rapha e o Bugú e passamos um tempo morando com meu pai e meus irmãos. Por mais amor que eu tenha pela minha família, é muito complicado voltar depois de já ter ido e não ter mais o meu espaço e a minha rotina me causou um sofrimento grande.
  2. MUDAR DE CIDADE: no meio do ano mais ou menos eu e o Rapha achamos que era hora de colocar a nossa vontade de mudar do Rio em prática e começamos a procurar trabalho em São Paulo. Foi uma decisão bem difícil de tomar, pensar na logística, contar pra família e amigos, pensar que estaria em um lugar diferente, etc. Mas até agora está sendo muito bom e estamos felizes com isso.
  3. PEDIR DEMISSÃO: O meu trabalho estava muito complicado, não estava satisfeita, queria algo onde pudesse me desenvolver mais e ter mais reconhecimento. Tem horas que temos que sair de uma situação que não nos faz bem mais, porque aquilo te consome. Pedi demissão pra cuidar das coisas da viagem, deixei nas mãos de Deus e até agora está tudo caminhando.
  4. FICAR LONGE DO RAPHA: o Raphael veio antes de mim pra SP, ficamos dois meses morando em cidades diferentes. Foi muito difícil ficar longe dele, porém ajudou a reforçar o que sentimos um pelo outro e agora que estamos juntos novamente estamos mais felizes.
  5. APOIO DA FAMÍLIA E AMIGOS: se tem uma coisa que eu tenho que agradecer a Deus todos os dias da minha vida é pelas pessoas incríveis que Ele põe no meu caminho. Amigos incríveis que viram família, parentes que também são família, um namorado que é a melhor pessoa que eu poderia querer ao meu lado e que já é a minha família faz tempo. Esse ano eu recebi muito amor e muito apoio e com certeza é isso que me faz continuar na esperança de que terei pela frente dias melhores.

2016 será um ano muito melhor! Mudar de cidade não é fácil, mas quem está esperando moleza? O que eu quero são oportunidades! 🙂

banner postagem coletiva