Publicado em Publicidade / Marketing

Como escolhi minha pós

Eu me formei em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda no final do ano passado. Parar de estudar nunca foi uma opção pra mim, pois eu amo sala de aula e sei que tenho que estar estudando alguma coisa pra me sentir mais feliz.

Durante a faculdade pensei algumas vezes sobre o que eu poderia fazer de especialização ou mestrado e pensava que só decidiria isso quando sentisse alguma necessidade no meu trabalho.
Sempre observei que muitos publicitários terminavam a faculdade e faziam pós em Marketing e admito que via isso com o nariz torcido, pois pensava que as pessoas escolhiam se especializar em Marketing porque “tinham” que fazer uma pós, não sabiam o que fazer e escolhiam algo menos específico. Hoje eu vejo o quanto o meu pensamento era idiota.

Aqui no Brasil não existe uma divisão clara sobre o que é publicidade e o que é Marketing, e todo mundo faz uma confusão sem fim com esse assunto. Acontece que não é a mesma coisa, mas essa confusão toda atrapalha o mercado de trabalho.
Se um publicitário não trabalha em uma agência vai acabar caindo no setor de Marketing de uma empresa qualquer, pois todo mundo acha que não tem problema colocar profissionais de várias outras áreas para trabalhar com Marketing (como se fosse um trabalho muito fácil e que não precisa de conhecimentos específicos). E aí eu descobri o motivo de muita gente fazer Marketing: Quase ninguém sabe o que um publicitário ou um profissional de Marketing faz e as empresas contratam profissionais para vagas sem saber exatamente a qualificação deles, ou a real necessidade da própria empresa. Se for um publicitário trabalhando com isso, como eu, os conhecimentos de Marketing acabam fazendo muita falta! E aí estou eu, como tantos outros, me matriculando em uma pós de Gestão de Marketing para estar mais qualificada para o mercado de trabalho.

Os conhecimentos de Comunicação social e Publicidade + as poucas disciplinas de Marketing que eu aprendi na faculdade + os estudos que eu sempre faço lendo sobre esses assuntos + cursos online e palestras, me permitem realizar um bom trabalho. Porém, ter a oportunidade de estudar formalmente sobre algum assunto é sempre interessante!

Não sei se para pessoas de outras áreas faz muito sentido tudo isso que estou falando, mas eu acho bastante cansativo essa falta de divisão clara dessas profissões. Não estou dizendo que não é possível que um faça o trabalho do outro, dependendo do trabalho é possível sim, pois as profissões são parecidas. Porém, parecido não é igual.
Não estou reclamando de trabalhar com Marketing, eu gosto da área. Para quem não sabe, a Publicidade é uma parte do Marketing. O Marketing engloba muitas outras coisas além da divulgação de produtos e serviços, que é a publicidade. Então eu estudei essa parte do Marketing e agora estudarei mais sobre o restante.

Estou animada para iniciar a pós e acredito que vai me fazer muita diferença como profissional. Mas não desisti da Publicidade! Até hoje sempre fui “cliente”, trabalhando com isso fora de uma agência. Espero algum dia testar o outro lado da moeda pra saber como é trabalhar “sendo realmente” uma publicitária.

Anúncios
Publicado em Séries

5 habilidades que eu gostaria de “roubar”

Eu assisto a muitas séries. O que me faz amar uma série ou não são os personagens, eu preciso me identificar com eles, desenvolver sentimentos e me envolver com as histórias.
Alguns personagens são tão maravilhosos e fazem coisas tão incríveis que eu gostaria de “roubar” certas habilidades. Reuni aqui algumas, mas essa lista poderia ser muito maior.

Sun edit1. Sun – Sense 8 – LUTA
Queria lutar como a Sun da série Sense 8! Ela é incrível! Ninguém dá nada por ela, tão magrinha, cabelinho arrumadinho, super quieta. Mas quando ela entra em uma briga parece um exército! Adoro as cenas de luta dessa série e, definitivamente, gostaria de saber lutar como ela.

tyrion edit2. Tyrion Lannister – Game of Thrones – ARGUMENTAÇÃO
Quem gostaria de discutir com esse anão? As melhores falas, as mais inteligentes, que deixa a outra pessoa sem resposta e querendo matar o Tyrion! Ele é meu personagem favorito nessa série por causa dessa capacidade intelectual de falar exatamente o que precisa na hora certa. Aposto que ele não tem aquele pensamento de “deveria ter falado isso naquele momento”.

Olivia edit3. Olivia Pope – Scandal – RACIOCÍNIO LÓGICO
É impressionante o quanto Olivia Pope é maravilhosa! Quando você pensa que nada pode ser feito aparece ela, pensa, analisa e resolve tudo pra todo mundo! E isso tudo com roupinhas maravilhosas e essa cara de linda!
Só não queria a vida pessoal dela. rs

rupaul edit4. RuPaul – RuPaul’s drag race – CARISMA
Posso considerar carisma uma habilidade? Se não puder, já estou fazendo! Se existe no mundo pessoa mais carismática do que RuPaul eu desconheço! Fico hipnotizada cada vez que ele aparece no programa. Amor total e verdadeiro!

Cal edit5. Cal Lightman – Lie to me – INTERPRETAÇÃO DE EXPRESSÕES FACIAIS E CORPORAIS
Imagina ter a capacidade de observar expressões faciais e corporais e identificar se a pessoa está mentindo, feliz, animada, triste, com medo… Claro que se for o tempo todo deve incomodar, mas imagina poder fazer isso em algumas situações que você quiser! É isso que o Cal faz e eu queria fazer também!

Citei 4 séries e um reality show. Todas são séries que eu adoro, fica aí minha dica! 🙂

Publicado em Pessoal

Ch-ch-ch-ch-changes!

tumblr_lxqtp60lq61qcxukbo1_500Quem me conhece pouco costuma dizer que eu sou muito calma, mas a verdade é que eu não sou nada calma. Eu sou muito ansiosa e agitada por dentro, falo muito o tempo todo, me sinto entediada com uma frequência grande, não tenho muita paciência quando estou sem fazer nada, dificilmente faço uma coisa só ao mesmo tempo e os pensamentos borbulham. Quando eu estou em um local estranho, ou com pessoas estranhas, eu fico quieta, falo menos pra observar o ambiente, não demonstro tanta ansiedade. E não é intencional, não tenho vontade de “fingir” que sou quieta, só acho que é mais esperto observar antes de se mostrar, porque dependendo do lugar e das pessoas temos que ser “menos”.

Quando eu estou muito empolgada ou muito estressada eu disparo e não tem quem me faça calar a boca. Quando estou triste eu fico quieta, tenho vontade de ficar sozinha, distante do mundo e das pessoas. E nesses momentos eu me conheço melhor, porque é quando eu tenho que parar toda a agitação e sentir um pouco de mim, pra aprender algo com aquele sofrimento e pra pensar em uma forma de solucionar um possível problema, ou superar alguma experiência difícil.

Nos últimos meses tenho ficado mais introspectiva. Não estou necessariamente triste, só estou fechada pra balanço, administrando muitas mudanças e planejando tantas outras.
Só que, mesmo que a gente queira umas férias da vida, ela não para. E por mais que muitas coisas pareçam completamente diferentes, o mais engraçado é perceber que o mundo não muda. Eu que estou mudando e a minha forma de encarar as coisas também.

A necessidade de trabalhar, as escolhas sobre trabalho, o relacionamento com os amigos, o relacionamento com a família, fazer pós ou mestrado, mudar de casa, economizar dinheiro, gastar dinheiro…
O que mudou mesmo foi a minha forma de enxergar as coisas, pois no geral a vida é muito a mesa coisa o tempo inteiro.

Que bom que mudamos.
Só consigo lembrar do David Bowie cantando essa música maravilhosa:

 

Publicado em Pessoal

Você disse planos??? o.O

É claro que eu não sou a única pessoa do mundo a me frustrar com planos que saem da linha. Mas e aí, alguém já aprendeu como lidar?

Não me incomodo de sair do planejamento com coisa pequena, do tipo ter uma festa e na última hora preferir ficar em casa, ou querer comer algo e não conseguir comprar. Eu PREFIRO quando as coisas saem de acordo com o formato delas na minha mente, maaas como a vida não é assim eu me viro como posso e não fico chateada com o cotidiano mudando detalhes.

O problema são os planos grandes. Esses me deixam bem desestabilizada quando são destruídos por qualquer motivo. Sei que isso é um defeito, pois minha resiliência não é das melhores. Eu sofro, quero voltar as coisas pro jeito como elas eram, me frustro quando vejo que alguma coisa importante não está acontecendo como eu queria.

E aí só me resta fazer uma oração, lutar pelo que eu acredito ser o correto e esperar que a vontade de Deus aconteça. Não há nada mais difícil do que desejar de coração que a vontade de Deus aconteça nas nossas vidas, acima da nossa própria vontade.

Tenho esperanças de que com a maturidade eu consiga evoluir esse meu lado e passe a encarar as mudanças da vida de forma mais leve e natural. E com menos filosofia-wanna-be. rs (a intenção não foi essa, juro).

jesussaid

 

Tô confiando, Jesus! Manda a explicação, por favor!